Este Livro

Poema de “Ana Cristina Cesar” (1952-1983)
Vídeo de “Julia de Souza”


Meu filho.
Não é automatismo.
Juro.
É jazz do
coração. É prosa que dá prêmio.
Um tea for two
total.,
tilintar de verdade que você seduz,
charmeur volante, pela pista, a toda.
Enfie a carapuça.
E cante.
Puro açúcar branco e blue.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s